PROPED - PROGRAMA DE REABILITAÇÃO PEDIÁTRICA: relato de experiência de projeto extensionista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35700/ca80102-1072983

Palavras-chave:

desenvolvimento infantil, fisioterapia, pediatria, re(ha)bilitação.

Resumo

O trabalho do fisioterapeuta pediátrico consiste em proporcionar promoção à saúde infantil, de maneira holística, lúdica e de forma individualizada. O objetivo do trabalho é relatar a vivência dos atendimentos realizados no Programa de Reabilitação Pediátrica (PROPED) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por meio das ações de seus membros e colaboradores. A reabilitação é voltada à população pediátrica através dos atendimentos e da assistência aos seus respectivos pais e cuidadores. O PROPED faz parte do Programa de Atividade Curricular de Extensão (PACE) da UFAM e suas ações acontecem semestralmente desde 2013, sendo o presente relato dedicado a descrever as atividades realizadas ao longo de sete anos de permanente atuação (2013 a 2019). Ao todo compuseram o projeto 20 colaboradores e mais de 60 alunos estiveram envolvidos nas atividades e funcionamento do programa. Atividades envolvidas com ensino e pesquisa também fizeram parte do repertório do PROPED, incluindo apresentação de trabalhos em eventos científicos, elaboração de casos clínicos, capacitação dos discentes em escalas de avaliação, métodos de intervenção e fabricação de órteses termomoldáveis.

http://dx.doi.org/10.35700/ca.2021.ano8n15.p102-107.2983

Referências

PEREIRA, Keila Ruttnig Guidony; SACCANI, Raquel; VALENTINI, Nadia Cristina. Cognição e ambiente são preditores do desenvolvimento motor de bebês ao longo do tempo. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.23, n. 1, p. 59-67, 2016.

PEREIRA, Keila RG; VALENTINI, Nadia C.; SACCANI, Raquel. Brazilian infant motor and cognitive development: Longitudinal influence of risk factors. Pediatrics International, v.58, n.12, p. 1297-1306, 2016.

BATAGLION, Giandra Anceski; MARINHO, Alcyane. Familiares de crianças com deficiência: percepções sobre atividade lúdica na reabilitação. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.21, n.10, p. 3101-3110, 2016.

SILVA, Allan dos Santos da; VALENCIANO, Paola Janeiro; FUJISAWA, Dirce Shizuko. Atividade lúdica na fisioterapia em pediatria: revisão de literatura. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v.23, n.4, p.623-636, 2017.

BAENA, Cristina Pellegrino. Fisioterapia e integralidade: novos conceitos, novas práticas. Estamos prontos? Fisioterapia Brasil, Pretrolina v.12, n.2, 2011.

CARICCHIO, Milena Braga Maia. Tratar brincando: o lúdico como recurso da fisioterapia pediátrica no Brasil. Revista Eletrônica Atualiza Saúde, Salvador, v. 6, n. 6, p. 43-57, 2017.

RAVI, D. K.; KUMAR, Neelesh; SINGHI, P. Effectiveness of virtual reality rehabilitation for children and adolescents with cerebral palsy: an updated evidence- based systematic review. Physiotherapy, v.103, n. 3, p.245–258, 2017.

PINHEIRO, Paula Cassia Pinto de Melo et al. Therasuit e Pediasuit em crianças com paralisia cerebral. Revista Referências em Saúde, Goiânia, v.02 n.2, p.102-110, 2019.

Downloads

Publicado

2021-08-28 — Atualizado em 2021-10-08

Versões

Edição

Seção

Relatos de Experiência