Operações anafóricas em textos de alunos com dificuldades de aprendizagem em relação ao sistema de escrita

Fatima Aparecida Souza

Resumo


Este artigo tem como objetivos identificar, descrever e analisar operações anafóricas em textos de alunos de 6º ano do ensino fundamental produzidos para a Avaliação de Aprendizagem em Processo (AAP), aplicada pela Secretaria de Educação de São Paulo. Neste trabalho, ancoramo-nos nas contribuições teóricas de Koch (2006); Marcuschi (2005); Cavalcante (2003); Apothéloz (2003); Mondada & Dubois (2003). Inicialmente, abordamos as estratégias de referenciação, a seguir, tratamos das anáforas diretas e indiretas e, por fim, apresentamos uma proposta de análise em dois textos de alunos com dificuldades de aprendizagem sobre o sistema de escrita. Destacamos os textos analisados evidenciam do uso de anáforas diretas e indiretas e, além disso, sinalizam que os alunos utilizam conhecimentos cognitivos, de mundo e linguísticos para direcionar a produção textual, embora os textos manifestem severos problemas relativos ao sistema de escrita.

PALAVRAS-CHAVE

Estratégias de referenciação. Anáfora direta e indireta. Dificuldades de aprendizagem.


Palavras-chave


Estratégias de referenciação. Anáfora direta e indireta. Dificuldades de aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.