INTERDISCIPLINARIDADE NO PROEJA: INFORMÁTICA E LÍNGUA PORTUGUESA

Sylvana Karla da Silva de Lemos Santos, Maria do Rosário Cordeiro Rocha

Resumo


O objetivo deste relato é descrever a experiência da aplicação da interdisciplinaridade em uma turma de estudantes de um curso na modalidade PROEJA, ofertado pelo Instituto Federal de Brasília, Câmpus Gama. Com base em um levantamento sobre os hábitos digitais dos estudantes, foram planejadas atividades em conformidade com o plano do curso, no qual se fez um trabalho interdisciplinar entre os conhecimentos de Língua Portuguesa e o uso do computador para desenvolver as competências de Informática. Os resultados demonstram que a interdisciplinaridade de saberes serve como estímulo para a apropriação da norma padrão da língua, além de incentivar a produção de conhecimento com foco em temas da área específica do curso. Dessa forma, ao considerar as experiências anteriores de cada estudante ao fazer uso de ferramentas computacionais para a produção textual, buscou-se oportunizar o letramento informacional e a inclusão social, com uso das tecnologias.


Palavras-chave


PROEJA, Letramento informacional, Inclusão social.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM, J. A.; SILVA, M. R. C. Produção de multimídia e acessibilidade em cursos de aprendizagem a distância. Educação Temática Digital, v.10, p.355-372, jun. 2009.

BEHRENS, M. A. Projetos de Aprendizagem Colaborativa num Paradigma Emergente. In: MORAN, J. M.; MASETTO, M.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 19. ed. Campinas/SP: Papirus, 2011.

BRASIL. Presidência da República. Manual de redação da Presidência da República / Gilmar Ferreira Mendes e Nestor José Forster Júnior. – 2. ed. rev. e atual. – Brasília: Presidência da República, 2002. Disponível em . Acesso em: 07 ago. 2017.

BRASIL. Decreto Nº 5.840, de 13 de julho de 2006. Institui, no âmbito federal, o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - Proeja, e dá outras providências. Publicado no D.O.U. de 14.7.2006. Disponível em Acesso em: 07 ago.2017.

BRASIL. DOCUMENTO BASE - PROEJA. Brasília, DF. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Brasília, 2007. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf2/proeja_medio.pdf> Acesso em: 06 ago. 2017.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL. TIC domicílios 2015. Pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e comunicação nos domicílios brasileiros. São Paulo, 2016. Disponível em: . Acesso em: 04 ago. 2017.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GASQUE, K. C. G. D. Competência em Informação: conceitos, características e desafios. AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento, v. 2, n. 1, p. 5-9, jan./jun. 2013.

__________. Metacognição no processo de letramento informacional. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 13, n. especial, p. 177-195, jan./jul. 2017.

IFB. Plano de Curso do Técnico de Nível Médio em Administração Integrado ao Ensino Médio na modalidade PROEJA. Gama, 2016. Disponível em: Acesso em: 06 ago. 2017.

MAROUN, C. R. G. B. A multimodalidade textual no livro didático de português. Dissertação (Mestrado) – Departamento de Linguística, Línguas Clássicas e Vernácula. Universidade de Brasília, Brasília, 2006.

PEREIRA, D. M.; SILVA, G. S. As Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) como aliadas para o desenvolvimento. Cadernos de Ciências Sociais Aplicadas, n.10, pp.151-174. Vitória da Conquista, 2010. Disponível em: Acesso em: 30 mar. 2018.

PRENSKY, M. Digital Natives, Digital Immigrants. On the Horizon, v.9, n.5, October 2001.

SANTOS, S. K. S. L.; MARQUES, C. L. Letramento digital e a educação de adultos: a experiência do profuncionário no IFB. In: SILVA, C. N. N.; MACHADO, V. R.; CAMARGOS, L. S. (org.) Educação a Distância: reflexões acerca de um modelo em expansão. Brasília: Editora IFB, 2014. 204p. Cap. 5, p. 143-152.

SANTOS, S. K. S. L. Inclusão e Letramento digitais na formação básica e técnica. In: SIMPÓSIO HIPERTEXTO E TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO, 6, 2015, Recife. Anais... Recife, dez. 2015. Disponível em: < http://nehte.com.br/simposio/anais/Anais-Hipertexto-2015/Inclus%C3%A3o%20e%20letramento%20digitais.pdf> Acesso em: 30 mar. 2018.

SILVA, M. M. O. S.; ESPÍNDOLA, G. L. Práticas de Letramento Digital: o blog na sala de aula. In: SIMPÓSIO HIPERTEXTO E TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO, 4, 2012, Recife. Anais... Recife, dez. 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2018.

SOARES, M. Novas Práticas de Leitura e Escrita: letramento na cibercultura. Educação e Sociedade, v.23, n.81, Campinas, dez, 2002. Disponível em: Acesso em: 06 mai. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3