Feira de Ciências Itinerante e Exposições Sistematizadas: ferramentas didáticas inclusivas para a educação ambiental

Autores

  • Ana Bárbara Freitas Rodrigues Godinho Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF
  • Ketlynn Passos Alvarenga UENF
  • Mariana Biscaro Zófoli UENF
  • Adriana Jardim de Almeida UENF

DOI:

https://doi.org/10.35700/ca8073-813056

Palavras-chave:

educação não formal, meio ambiente, pessoas deficientes.

Resumo

Entende-se a necessidade de ações que promovam uma educação ambiental dinâmica, multidisciplinar e baseada no processo de ensino-aprendizagem de forma direcionada a todos os cidadãos, incluindo as pessoas deficientes. Desta forma, foi realizado um trabalho interativo de divulgação científica, por meio de feiras de ciências itinerantes e exposições sistematizadas, nas quais animais taxidermizados foram utilizados para proporcionar conhecimentos a diferentes grupos da sociedade. Por meio de exposições sistematizadas em uma instituição que assiste pessoas deficientes, foi possível trabalhar os conceitos de educação ambiental. Essas atividades proporcionaram ao público-alvo um entendimento específico sobre diferenças morfológicas e sobre a importância da educação ambiental para a formação de um cidadão consciente.

http://dx.doi.org/10.35700/ca.2021.ano8n15.p73-81.3056

Biografia do Autor

Ana Bárbara Freitas Rodrigues Godinho, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF

Graduada em Medicina Veterinaria pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (1998), mestrado em Produção Animal (2001) e doutorado em Produção Animal pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (2005). Atualmente é professora associada da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro e desenvolve atividades de pesquisa, extensão e docência na área de Anatomia Animal.. Desenvolve linhas de pesquisa no laboratório de Morfologia e Patologia Animal sobre: Morfologia dos animais domésticos, educação inclusiva e Ferramentas de divulgação científica.

Ketlynn Passos Alvarenga, UENF

Graduanda em engenharia civil e bolsista de extensão.

Mariana Biscaro Zófoli, UENF

Bióloga capacitada em educação ambiental. Especialista em taxidermia de animais domésticos e silvestres. Doutoranda do Laboratório de Morfologia e Patologia Animal.

Adriana Jardim de Almeida, UENF

Doutora em Ciência Animal. Realiza atividades de Docência, Pesquisa e Extensão no laboratório de Clínica e Cirurgia de Pequenos Animais.

Referências

ALMEIDA, Maria Salete Bortholazzi. Educação não formal, informal e formal do conhecimento científico nos diferentes espaços de ensino e aprendizagem. Cadernos PDE, Paraná, v. 2, p. 18, 2014. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_uel_bio_pdp_maria_salete_bortholazzi_almeida.pdf>. Acesso em: 20 set. 2020.

AMARAL, Edenia Maria Ribeiro do; MORTIMER, Eduardo Fleury. Uma metodologia para análise da dinâmica entre zonas de um perfil conceitual no discurso da sala de aula. In: SANTOS, Flávia Maria Teixeira; GRECA, Ileana Maria (Org.). A pesquisa em ensino de ciências no Brasil e suas metodologias. Unijuí: Editora Unijuí, 2006.

ARANHA, Maria Salete Fábio. Educação inclusiva: transformação social ou retórica?. In: OMOTE, Sadão. Inclusão: intenção e realidade. São Paulo: Fundepe Publicações, 2004.

BARRETO, Inakã Silva; RESENDE FILHO, João Batista Moura de; NASCIMENTO, Yasmine Isis Fernandes do. Ensino de Química e Inclusão: Confecção de Modelos Atômicos que facilitem a aprendizagem de alunos Deficientes Visuais. In: ANAIS DO 7º SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENSINO DE QUÍMICA, 7., 2009, Salvador. Anais [...]. Salvador: Associação Brasileira de Química, 2009.

BRASIL. Lei n° 9.795, de 27 de Abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm>. Acesso em: 20 set. 2020.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva. Inclusão: Revista de Educação Especial, Brasília, v. 4, n. 1, p. 7-17, 2008. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf>. Acessado em: 20 set. 2020.

DOHME, Vania D’Angelo; DOHME, Walter. Ensinando a criança a amar a natureza. São Paulo: Editora Informal, 2002.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2006.

FREITAS, Bruno de; BERNARDES, Maria Beatriz Junqueira. Educação ambiental: ações educativas em espaços não formais. In: XI CONGRESSO DE EUCAÇÃO - EDUCADORES (EDUCERE), 2013, Curitiba, Anais [...]. Disponível em: <https://educere.bruc.com.br/CD2013/pdf/7194_4592.pdf>. Acesso em: 20 set. 2020.

GATTO, Eliane. Educação ambiental e educação inclusiva: um estudo com os profissionais na escola de educação básica Jorge Lacerda – Flor do Sertão – SC. 2013. 162f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, 2013.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: avaliação e políticas públicas em educação, Rio de Janeiro, v. 14, n. 50, p. 27-38, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-40362006000100003

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal na pedagogia social. In: I CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 1., 2006, São Paulo. Proceedings online... Faculdade de Educação: Universidade de São Paulo. Disponível em: < http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?pid=MSC0000000092006000100034&script=sci_arttext>. Acesso em: 20 set. 2020.

GOHM, Maria da Glória. Educação não-formal e cultura política. São Paulo: Cortez, 2011.

GUIMARÃES, Mauro. Educação ambiental crítica. In: LAYRARGUES, Phillippe Pomier (Coord.). Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

IBGE. Censo demográfico. Brasil: IBGE, 2010. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/94/cd_2010_religiao_deficiencia.pdf>. Acesso em: 20 set. 2020.

JACOBUCCI, Daniela Franco Carvalho. Contribuições dos espaços não formais de educação para a formação da cultura científica. Revista Em Extensão, Uberlândia, v. 7, n. 1, p. 55-66, 2008.

LEAL, Maria da Conceição dos Reis. Inovação curricular? Educadores para uma Sociedade Sustentável. São Paulo: Paco Editorial, 2013.

LIMA, Edwiges Inácia de; NAGAO, Fernanda Quinei Alves; SELMO, Jaqueline Tumitan; LANDIM, Sorrana Penha Paz; LIMA, Vanda Moreira Machado. O papel da educação formal, não formal e informal na formação política de mulheres educadoras. Revista Pegada, v. 20, n. 1, p. 270-286, 2019. DOI: https://doi.org/10.33026/peg.v20i1.6305

MACIEL, Jaqueline Lessa; WACHHOLZ, Chalissa Beatriz; ALMINHANA, Clarissa Oliveira; BITAR, Paloma Gusmão; MUHLE, Rita Paradela. Metodologias de uma educação ambiental inclusiva. Porto Alegre: EGP, 2010.

MEIRELES, Tatiane de Fátima Wanzeler; DURAN, Marília Claret Geres. O desafio do pedagogo nos espaços de educação não formal. Revista Múltiplas Leituras, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 131-133, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1982-8993/ml.v4n2p131-133

MENEZES, Débora. Em defesa do planeta. São Paulo: Nova Escola, 2007. Disponível em: <https://novaescola.org.br/conteudo/1170/em-defesa-do-planeta#_=_>. Acesso em: 23 set. 2020.

MORAES, Leandro Donizete; SILVEIRA, Ismar Frango. O Estado da Arte da pesquisa em educação não formal em Astronomia no Brasil: uma análise de Teses e Dissertações. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, São Paulo, v. 10, n. 3, p. 188-203, 2019. Disponível em: <http://revistapos.cruzeirodosul.edu.br/index.php/rencima/article/view/2261/1137>. Acesso em: 23 set. 2020.

RAZUCK, Renata Cardoso de Sá Ribeiro; GUIMARÃES, Loraine Borges. O desafio de ensinar modelos atômicos a alunos cegos e o processo de formação de professores. Revista Educação Especial, Santa Maria, v. 27, n. 48, p. 141-154, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X4384

SANTOS, Lucelena Fernanda Ferreira dos; PEDROSA, Letícia Leonardi; AIRES, Joanes Aparecida. Contribuições da Educação Não Formal para Educação Formal: Um Estudo de Visitas de Alunos da Educação Básica ao Departamento de Química da UFPR. ACTIO, Curitiba, v. 2, n. 1, p. 456-473, 2017. DOI: 10.3895/actio.v2n1.6804

SANTOS, Miralva Jesus dos. A escolarização do aluno com deficiência visual e sua experiência educacional. 2007. 115f. Dissertação (Mestrado) – Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2007.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, n. 25, p. 5-17, 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782004000100002

TOZONI-REIS, Marília Freitas de Campos et al. A educação ambiental na escola básica: diretrizes para a divulgação dos conhecimentos científicos. Pesquisa em Educação Ambiental, v. 7, n. 1, p. 29-48, 2012. DOI: 10.18675/2177-580X.vol7.n1.p29-48

VYGOTSKY, Lev. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

Downloads

Publicado

2021-08-28 — Atualizado em 2021-10-08

Versões

Edição

Seção

Artigos