Formação de educadores de EJA: um relato a partir da experiência com os educadores populares do MOVA-Guarulhos

Carlos Eduardo Sampaio Burgos Dias

Resumo


Este relato de experiência apresenta uma das Formações Permanentes realizada no segundo semestre de 2015 pela equipe de Coordenação Pedagógica do MOVA-Guarulhos junto aos seus educadores e agentes populares. Este relato se refere a uma formação realizada com 57 desses educadores e seu objetivo é refletir sobre o papel social do MOVA-Guarulhos. As reflexões aqui colocadas partem do referencial teórico de Paulo Freire (1987, 1999, 2000) e da educação popular, e se inicia com o debate sobre a compreensão do MOVA-Guarulhos como uma política pública de educação formal ou não formal. Contatou-se ao final dessa experiência que expressões como “movimento social” e “transformação”, tidas por Miguel Arroyo (2015) como caras a educação popular, não foram citadas pelos educadores, o que nos faz manter a questão do papel social do MOVA-Guarulhos em aberto.


Palavras-chave


Educação não formal. Educação popular. Paulo Freire. MOVA. Educação de Jovens e Adultos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Elmir; ANCASSUERD, Marli Pinto; NAKANO, Marilena. MOVA: da participação virtuosaà precariedade da política: um estudo de caso dos Movas Diadema e Mauá. In: HADDAD, Sérgio (Coord.). Novos caminhos em Educação de Jovens e Adultos – EJA. Um estudo de ações do poder público em cidades de regiões metropolitanas brasileiras. São Paulo, SP: Ação Educativa/FAPESP/ Global, 2007. p.111-145.

ARROYO, Miguel. Conferência Educação Popular Hoje. In: 2º Seminário Internacional Educação Popular Hoje. São Paulo, SP: Ação Educativa. Disponível em: .

BORGES, Liana. O papel do poder público e da sociedade civil. In: SANTOS, Maria Alice de Paula (Org.). MOVA em Movimento. Porto Alegre, RS: Ação Educativa; Instituto Paulo Freire; Secretaria de Estado de Educação-RS, 2004.

DIAS, Carlos Eduardo Sampaio Burgos. MOVA-Guarulhos: Educação formal ou não-formal? [Trabalho de Conclusão de Curso]. Guarulhos, SP: Departamento de Educação, Universidade Federal de São Paulo, 2011.

DIAS, Carlos Eduardo Sampaio Burgos; COSTA, Patrícia Claudia da. MOVA-Guarulhos: um espaço de militância e o perfil do seu educador. Olh@res, Guarulhos, SP, v. 1, n1, p. 477-499, maio. 2013.

DI PIERRO, Maria Clara; HADDAD, Sérgio. Transformações nas políticas de Educação de Jovens e Adultos no Brasil no início do terceiro milênio: uma análise das agendas nacional e internacional. Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 96, p. 197-217, maio/ago., 2015.

FREIRE, Paulo. A educação na cidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

________. Pedagogia do Oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

________. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 11. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

GADOTTI, Moacir. MOVA, por um Brasil Alfabetizado. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2008.

GERMANO, José Willington. As quarenta horas de Angicos. Educação & Sociedade, ano XVIII, n. 59, ago. 1997. p.389-393.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal, participação da sociedade civil e estruturas colegiadas nas escolas. Ensaio: avaliação e política pública educacional, Rio de Janeiro, v. 14, n. 50, p. 27-38, jan./mar. 2006.

________.Empoderamento e participação da comunidade em políticas sociais. Saúde e Sociedade, v. 13, n. 2, p. 20-31, maio/ago. 2004.

GUARULHOS. MOVA alfabetiza turma de 150 pessoas. In: Notícias Portal Prefeitura de Guarulhos. Disponível em: .

GUARULHOS. Formatura reúne cerca de 350 alunos. In: Notícias Portal Prefeitura de Guarulhos. Disponível em: .

REINACH, Fernando. Árvores escalam montanhas para fugir do calor. In: ColetivoEcoologia Urbana, 2008. Disponível em: .

SALOMÓN, Leticia. O Papel da Sociedade Civil na Construção da Democracia In: PONTUAL, Pedro; IRELAND, Timothy (Org.). Educação Popular na América Latina: diálogos e perspectivas. Brasília, DF: Ministério da Educação; UNESCO, 2006.

SANTOS, Maria Alice de Paula (Org.) MOVA em Movimento. Porto Alegre, RS: Ação Educativa; Instituto Paulo Freire; Secretaria de Estado de Educação-RS, 2004.

SOARES, Leôncio José Gomes; PEDROSO, Ana Paula Ferreira. Dialogicidade e a formação de educadores na EJA: as contribuições de Paulo Freire. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 15, n. 2, p.250-263, maio/ago. 2013.

TRILLA, Jaume. A educação não-formal. In: ARANTES, Valéria Amorim (Org). Educação formal e não-formal: pontos e contrapontos. São Paulo: Summus, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3