RELAÇÕES DE GÊNERO NA EJA: INTERVENÇÕES COLABORATIVAS EM CONTEXTO DE FORMAÇÃO

Naiara de Oliveira Rosa Oliveira Rosa

Resumo


O presente estudo insere-se no campo das relações de gênero com a Educação de Jovens e Adultos. Analisar as possibilidades de construção da temática gênero em conjunto com a EJA é objetivo da pesquisa. O locus do estudo foi uma escola municipal com a colaboração dos discentes e o docente da turma de EJA. A finalidade do estudo foi o de compartilhar espaços dialógicos da temática; optou-se por uma pesquisa de abordagem qualitativa e de metodologia de inspiração colaborativa. Como estratégia para produção de dados, realizou-se uma sessão coletiva de diálogo com os princípios da colaboração e da pesquisa-formação.O estudo demonstra possibilidades formativas da temática na escola; espaços dialógicos viabilizaram desvelar nos dizeres dos/as partícipes suas relações familiares, domésticas e profissionais literalmente conectadas a temática. Conclui-se que, em colaboração com os sujeitos da EJA, foram provocadas sensações que fazem refletir sobre a pertinência e a essência formativa da temática.


Palavras-chave


Educação de Jovens e Adultos. Relações de gênero. Itinerário colaborativo.

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, Miguel Gonzalez. A educação de jovens e adultos em tempos de exclusão. Alfabetização e Cidadania: Revista de Educação de Jovens e Adultos, São Paulo, n. 11, p. 9-20, 2001.

AQUINO, Maria Sacramento. Memórias da aprendizagem: a investigação de conteúdos significativos na organização curricular. In: FERREIRA, Adir Luiz (Org). A escola socializadora: além do currículo tradicional. Natal: EDUFRN, 2009.

DESGAGNÉ, Serge. O conceito de pesquisa colaborativa: a ideia de uma aproximação entre pesquisadores universitários e professores práticos. Revista Educação em Questão, Natal, v. 29, n. 15, p. 7-35, maio/ago. 2007. Tradução Adir Luiz Ferreira e Margarete Vale Sousa Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

FISCHER, Rosa Maria Bueno. A paixão de trabalhar com Foucault. In: COSTA, Marisa Vorraber (Org.). Caminhos Investigativos: novos olhares na pesquisa em educação. Rio de Janeiro: DP&A 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. 35. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

_______. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

_______.Educação como prática da liberdade. 13. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra,1987.

_______. Pedagogia do oprimido. 46. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FREIRE, Eleta de Carvalho. Currículo, cultura e gênero: analisando os nexos. In: NASCIMENTO, Aristonildo Chagas Araujo et al. EPENN, 20, GT Currículo, Anais… Manaus: Valer, 2011.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 17. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2002.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projeto de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo. Revista do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. Revista do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, v. 1, p. 25-43, 2013.

_______. Reflexões sobre a produção do campo teórico-metodológico das pesquisas colaborativas: gênese e expansão. In: IBIAPINA, Ivana Maria Lopes de Melo; BANDEIRA, Hilda Maria Martins; ARAUJO, Francisco Antonio Machado (org.). Pesquisa colaborativa: multirreferenciais e práticas convergentes. [s.l.]: EDUFPI, 2016.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação. Uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1997.

_______. Currículo, Género e Sexualidade. Porto - Portugal: Porto, 2000.

_______. Sexualidade: lições da escola. In: MEYER, Dagmar E.; SOARES, Rosângela (org.). Saúde, Sexualidade e gênero na educação de jovens. Porto Alegre: Mediação, 2012.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MEYER, Dagmar E. Corpo, gênero e sexualidade: desafios para a educação escola. In: MEYER, Dagmar E.; SOARES, Rosângela (org.). Saúde, Sexualidade e gênero na educação de jovens. Porto Alegre: Mediação, 2012.

______. Gênero e educação: teoria e política. In: LOURO, Guacira Lopes; NECKEL, Jane Felipe; GOELLNER, Silvana Vilodre (Org.). Corpo gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2010.

PINTO, Álvaro Vieira. Sete Lições sobre educação de adultos. 16. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, José Jackson Reis dos. Saberes necessários para a docência na Educação de Jovens e Adultos, 2011. Tese (doutorado) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Programa de Pós-Graduação em Educação, Natal, 2011.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 5-22, jul. /dez. 1990.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3