A EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UM OLHAR PARA A MODALIDADE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) NO BRASIL

Andressa Luiza de Souza Mafra

Resumo


O objetivo desta análise documental é retratar a temática da Educação em Direitos Humanos na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) no Brasil. Ao realizar o levantamento da legislação e documentos oficiais produzidos pelo Governo Federal, por meio da análise documental, o artigo visa apresentar a relação da Educação em Direitos Humanos e a modalidade EJA no Brasil. Dessa forma, o levantamento documental e bibliográfico foram as bases metodológicas para a construção desta pesquisa. O corpus do levantamento documental foi constituído pelas seguintes legislações: Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948); Constituição Federal (1988); Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (1996); Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos (2000); Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (2007); Diretrizes Nacionais de Educação em Direitos Humanos (2012) e Caderno de Educação em Direitos Humanos (2013). Este artigo compreende a Educação em Direitos Humanos na modalidade EJA como uma possibilidade de garantia do direito à educação para as pessoas jovens, adultas e idosas, que não concluíram os seus estudos na idade regular de escolarização.


Palavras-chave


Educação em Direitos Humanos. Direito à Educação. Educação de Jovens e Adultos.

Texto completo:

PDF

Referências


BENEVIDES, Maria Victória. Educação em Direitos Humanos: de que se trata? Palestra de abertura do Seminário de Educação em Direitos Humanos, São Paulo. 2000. Disponível em: Acesso em: 13 nov. 2018.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.  Brasília: Casa Civil. 1988. Disponível em: Acesso em: 13 nov. 2018.

                . Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Casa Civil. 1996. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

                . Parecer CEB nº 11/2000. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília: Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação. 2000. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

                . Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos. Brasília: Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos. 2007. Disponível em:

. Acesso em: 13 nov.2018.

                . Resolução nº 01, de 30 de maio de 2012. Estabelece Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos. Brasília: Ministério da Educação, Conselho Nacional de Educação 2012. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

                . Caderno de Educação em Direitos Humanos: Educação em Direitos Humanos: Diretrizes Nacionais. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Disponível em: Acesso em: 13 nov. 2018.

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS. Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

FERNANDES, Angela Viana Machado; PALUDETO, Melina Casari. A Educação em Direitos Humanos: desafios para a escola contemporânea. Caderno Cedes, Campinas, v. 30, n. 81, p. 233-249, mai./ago. 2010. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

FURTADO, Viviane Ferreira; NASCIMENTO, Fabiana Leal. A Educação de Jovens e Adultos no Panorama da Garantia do Direito. Itinerarius Refletionis - Revista Eletrônica da Graduação/Pós-Graduação em Educação UFG/REJ, v.13, n. 1, 2017. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.

GADOTTI, Moacir. Educação de Adultos como Direito Humano. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2009. ( Cadernos de Formação, 4).

HADDAD, Sérgio. A Educação de Pessoas Jovens e Adultas e a Nova LDB. In.: BRZEZINSKI, Iria (Org.). LDB interpretada: diversos olhares que se entrecruzam. São Paulo: Cortez, 1997.

MAFRA, Andressa Luiza de Souza. O direito à educação para os sujeitos da modalidade EJA no município de Campinas- SP: análise dos programas educacionais da FUMEC no período de 2013 a 2016. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2017. Disponível em: . Acesso em: 13 nov. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3