UMA ANÁLISE DA FLUÊNCIA NA REDAÇÃO DE ESTUDANTES DO PROEJA AUXILIADOS PELO BLOG NA EDUCAÇÃO

Carlos Emilio Padilla Severo, Viviane Borba Bueno Rodrigues

Resumo


Este artigo descreve uma investigação que teve como objetivo apresentar alternativas pedagógicas à aula expositiva tradicional no desenvolvimento da fluência da escrita do estudante da educação profissional e tecnológica, na modalidade “Educação de Jovens e Adultos”. O texto descreve uma experiência e reflexões acerca da utilização das tecnologias da informação como instrumentos pedagógicos, fundamentada e pesquisada por Moran (2015) e Moll (2010). Também, apoia-se nas ideias de Saviani (2007) e Frigotto (2009) acerca da formação omnilateral do estudante. A análise da escrita dos estudantes é apresentada, com base nos trabalhos de Ruiz (2001), a partir de um estudo de caso baseado em uma prática pedagógica centrada no estudante. O trabalho investigativo foi de natureza qualitativa, cujos instrumentos utilizados para análise dos resultados foram a observação participativa da pesquisadora e questionários direcionados aos estudantes e docente regente da disciplina de Língua Portuguesa. Os resultados foram satisfatórios e apresentam uma trilha para elaboração de estratégias pedagógicas que promovam a emancipação do estudante, nas esferas do desenvolvimento intelectual, liberdade de expressão e senso crítico.


Palavras-chave


Escrita. Blog. Educação Profissional e Tecnológica. PROEJA

Texto completo:

PDF5

Referências


ALVES, D. S. Blog para produção textual: um estudo de caso em uma classe de EJA. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019.

AMARAL, A. Blogs.com: estudos sobre Blogs e comunicação. São Paulo: Momento Editorial, 2009.

ANTUNES, C. A Linguagem do afeto na escola: como ensinar virtudes e transmitir valores. Campinas: Papirus, 2003.

BATISTA, H; SENRA, M. Uso do Blog como ferramenta pedagógica das aulas de língua portuguesa. Revista Diálogo e Interação. v. 5, 2011.

BEAUGRANDE, R. A.; DRESLLER, W. Ein fuhrung in die Textlinguistik. Londres: Max Niemeyer Verlag, 1981.

BEZERRA, S. N. C. A contribuições da análise dialógica do discurso para o ensino da escrita escolar: do Blog ao artigo de opinião. Tese de Doutorado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2018.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio. Brasília, DF: MEC, 2000.

BRASIL. Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Brasília, DF: MEC, 2005. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/proeja. Acesso em: 15 mai 2018.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

FRIGOTTO, G. A polissemia da categoria trabalho e a batalha das ideias nas sociedades de classe. Revista Brasileira de Educação. v. 14, n. 40, p. 168-194, jan./abr. 2009.

GABRIEL, M. Educ@r – a (r)evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva, 2013.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999.

HALLIDAY, M. A. K.; HASAN, R.; HALLIDAY, R. H. Cohesion in English. London: Longman, 1976.

LÉVY, P. As tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. 13. ed. São Paulo: Editora 34, 2004.

MOLL, J. et al. Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MORAN, J. M. Mudando a educação com metodologias ativas. Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens. Ponta Grossa: UEPG; Foca, 2015.

PEÇANHA, V. Obrigado pelo marketing: um guia completo de como encantar pessoas e gerar negócios utilizado o marketing de conteúdo. São Paulo: Benvirá, 2017.

PRENSKY, M. H. Sapiens digital: from digital immigrants and digital natives to digital wisdom. Innovate: journal of online education, n.5, v.3, p.1-10, 2009.

RUIZ, E. M. S. D. Como se corrige redação na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2001.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. B. Metodologia de pesquisa. São Paulo: Penso, 2010.

SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, v. 12, n. 34, p. 152-180, jan./abr. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3