A BUSCA ATIVA PARA QUALIFICAR A OFERTA DE CURSOS DO PROEJA PELO IFSC - CÂMPUS CANOINHAS

Mara Lúcia Schroeder Tavares, Elenita Eliete de Lima Ramos

Resumo


O presente estudo teve por objetivo realizar uma busca ativa para identificar a área de interesse dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que frequentam o Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA), no município de Canoinhas. Tal estudo forneceu subsídios para que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IFSC), Câmpus Canoinhas, possa fazer suas escolhas no que diz respeito à oferta educativa para este público em cursos do Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA). A pesquisa apontou como resultado que o curso de Gestão e Empreendedorismo foi o mais cotado, seguido de cursos nas áreas da Saúde, Beleza, Informática e Alimentos. A pesquisa também fornece indícios de que para que os alunos possam não só acessar, mas permanecer e concluir com êxito os cursos do PROEJA se faz necessário o envolvimento e o esforço coletivo para adequar a instituição às demandas apresentadas por eles, uma vez que são sujeitos que possuem o trabalho como fonte de suas subsistências e de sua família. Portanto, são, antes de serem estudantes, trabalhadores e como tais devem ser considerados no projeto pedagógico a ser construído pela instituição.


Palavras-chave


Educação de jovens e adultos. Educação profissional. PROEJA.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Congresso Nacional. Decreto nº 5.840, de 13 de julho de 2006. Institui, no âmbito federal, o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos - PROEJA, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2015.

_____. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2015.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Disponível em : . Acesso em: 05 mar. 2015.

CUNHA, C. M. da. Introdução: Discutindo conceitos básicos. In: BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Salto Para o Futuro: educação de jovens e adultos. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, SEED, 1999.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: Contagem da População. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2015.

_____. Projeto Pedagógico do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Educação Profissional Integrada a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos – PROEJA. 2014.

KOCH, Z. M. A volta dos excluídos: como conciliar estudo e trabalho. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 73, n. 175. set./dez. 1992. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2015.

MOLL, J. (Org.). Educação Profissional e Tecnológica no Brasil Contemporâneo: desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010.

PAIVA, V. P. Educação popular e educação de jovens e adultos. São Paulo: Loyola, 1973.

RAMOS, E. E. de L. Propondo práticas e desafiando certezas: um estudo em turma de PROEJA numa perspectiva de Educação Matemática Crítica. 2011. 301f. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

SILVA, L. S. G. Juvenilização na EJA: experiências e desafios. 2010. 108 fls. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2015.

SILVA, R. A. A Mulher na EJA: uma análise da 'diferença' na educação de jovens e adultos. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL FAZENDO GÊNEROS, 7, 2006, Florianópolis. Resumos: Questões de Gênero e Educação ST 58. Disponível em: Acesso em: 05 mar. 2015.

SOARES, L. A formação do educador de jovens e adultos. In: SOARES, L.A.; GIOVANETTI, M. A.; GOMES, N. L. (Orgs.). Diálogos na Educação de Jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




A Revista EJA em Debate está indexada ao Livre!, ao SEER, à Sumários de Revistas Brasileiras e ao Periódicos CAPES

ISSN ELETRÔNICO 2317-1839                     ISSN IMPRESSO - 2316-4417

Qualis: B3