ESTUDO SOBRE O POTENCIAL DA CORTIÇA REUTILIZADA NA ADSORÇÃO DO CORANTE AZUL DE METILENO

Valeska Francener da Luz, Janaina Patel Lazarini, Jordana Westphal da Costa, Júlio Spézzia de Souza, Lucas Gabriel Alves, Rúbia Batista Viana, Vinícios Rosa Buzzi, Claudio Mendes Cascaes, Luciana Valgas de Sousa

Resumo


A capacidade de adsorção da cortiça reutilizada foi avaliada em relação ao corante azul de metileno, visto que corantes são usados em grande quantidade na indústria têxtil e o tratamento do efluente contendo esses compostos é complexa e custosa. O material adsorvente foi cortiça reutilizada de rolhas de vedação, sendo triturado e peneirado para obtenção de granulometria padronizada. Os grãos de cortiça foram testados nas formas natural e funcionalizado quimicamente com ácido fosfórico, para aumento da área superficial. A adsorção aconteceu em batelada e sistema contínuo, com filtro de leito fixo, buscando a aplicação em grande escala. A cortiça funcionalizada quimicamente apresentou eficiência de adsorção acima de 95%, resultado superior à cortiça não funcionalizada, entre 78% e 94%. A reutilização da cortiça como material adsorvente para corantes mostrou-se promissora, sendo a funcionalização e o processo continuo boas indicações da possibilidade do uso em filtros de escala industrial.

Palavras-chave


Cortiça; Adsorção de Corantes; Funcionalização química; Filtro leito fixo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN ELETRÔNICO - 2316-8382