Avaliação da água proveniente de condicionadores de ar em aulas experimentais de química

Orlando Gonnelli Netto

Resumo


Neste trabalho, iniciamos um estudo sobre a viabilidade de utilizar a água que pinga dos aparelhos de ar condicionado em aulas experimentais de química como água destilada. Para tanto, analisamos a condutividade elétrica da água produzida pelos aparelhos de ar do IFSC campus Criciúma coletada e armazenada por meio de um sistema de tubos e canos implementado para o trabalho. A condutividade média aferida das amostras coletadas é 30,08μS/cm, acima do limite aceitável para água destilada que está entre 0,5μS/cm e 3,0μS/cm. O sistema mostra-se útil para coleta e armazenamento, mas não é isolado de contaminantes externos. Futuramente, esperamos executar testes de grau de mineralização, poluição orgânica e aspectos físicos que melhor caracterizam a água condensada pelos aparelhos.


Palavras-chave


condutividade elétrica, qualidade da água, ar condicionado

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN ELETRÔNICO - 2316-8382                ISSN IMPRESSO - 2175-5302